Páginas

daliniano

.

Ah, Cuiabá… Resta-me a evocação poética de Roberto Piva. Eu também abandonei na linguagem e na ação a civilização cristã oriental e ocidental com sua tecnologia de extermínio e ferro velho.

Ah, Cuiabá, em breve farei o meu lançamento e conquistarei esta terra à beira do colapso.

Enquanto isso, recomendo esses vídeos:

.

.

Anúncios

Lugar nenhum

Em Rondonópolis, eu não me sinto mato-grossense e em Cuiabá, eu me sinto exilado. Sou um sujeito sem território e de lugar nenhum.

porta

.