Dois poemas inéditos

Apresento dois poemas que estarão no meu próximo livro. O livro está em processo de conclusão e provavelmente o lançamento será no segundo semestre de 2015.

1
Sonhei que escrevia um poema
e nos versos desenhava o arrebol
dentro de mim cresciam castelos
dentro de mim nasciam árvores
na ponta do meu corpo brotavam confusões
ao norte era apenas os segredos
de uma noite ilusória
. .
Imaginei Macário a declamar os meus delírios
em cada descompasso que minhas lágrimas
ofereciam ao Anjo de Sodoma
.
Desenharei algum dia a cena que me alucina
e será a grande obra do acaso
. .
Os sonhos não receberão aplausos
não receberão um beijo
não receberão um abraço

 

 17

Foi na alvorada que a voz me trouxe o teu sorriso

o clarão dos timbres onde a presença

afaga a pele e descansa as dores

.

Sei da lamentação ao fitar a janela

tua alma tem a nitidez de um buquê de rosas

a mesma que oferece às constelações de amores

para ser sentida o teu perfume nos alvos símbolos

da natureza e do renascimento de teu sonho

piva_lee